domingo, 21 de setembro de 2014

PROJETO 5 - As Novas Amigas de Roberto


PROJETO 5

Oi meninas e meninos!

O mês de setembro é um mês muito especial, pois temos datas muito importantes a ser lembradas e comemoradas. O dia da Independência do Brasil, o inicio da Primavera e o dia da Árvore são datas que as escolas costumam comemorar.
Então neste mês escolhemos para nosso projeto abordarmos o tema Meio Ambiente!
A questão ambiental vem sendo considerada como cada vez mais urgente e importante para a sociedade, pois o futuro da humanidade depende da relação estabelecida entre a natureza e o uso pelo homem dos recursos naturais disponíveis.
Entendemos que ao se tratar de Meio Ambiente devemos enfatizar que o ser humano também faz parte dele e com ele estabelece relações sociais, econômicas e culturais. É necessário repensar a ação do homem ao relacionar-se com o meio ambiente e esse novo pensar deve ser construído desde a
infância. A criança deve perceber-se como parte do meio ambiente e deve compreender que seus
atos têm impacto sobre a natureza.

Então aproveitamos o mês de setembro em que se comemora  a chegada da Primavera e o Dia da Árvore para:
1. Despertar o interesse da criança pela preservação ambiental.
2. Observar o meio natural desenvolvendo a curiosidade e a prática investigatória (como se alimentam as árvores e as plantas? - porque tem árvores que não dão frutos?, etc).
3. Reconhecer a importância de desenvolver atitudes concretas de preservação ambiental.

HISTÓRIA
(Ale Dossena)

AS NOVAS AMIGAS DE ROBERTO
Era uma vez uma pequena cidade, que ficava depois do mar e das montanhas. Apesar de estar distante, era muito fácil encontrá-la, porque à beira da estrada principal, existia uma árvore antiga, com um tronco enorme e muitas folhas de um tom verde escuro e brilhante. Quando era molhada pela chuva, ela perfumava tudo a sua volta, e se eram os raios de sol que a tocavam, abrilhantava a região.
Por essa árvore passavam viajantes e trabalhadores para descansar, e também era o ponto principal de brincadeiras das crianças da cidade, que chegavam da escola, faziam sua refeição, ajudavam na organização da casa, e depois da lição corriam para lá se encontrar.
Na rua em frente da árvore morava Acácia, filha do doceiro Antônio. Ela era uma menina esguia, de cabelos esvoaçantes e olhar esperto. Costumava passar as tardes se balançando na árvore frondosa. Sempre que ela percebia alguma criança maltratando sua árvore preferida, ela a defendia.
Assim foi em uma tarde ensolarada, quando chegou um menino novo na cidade, o Roberto. Ele era muito arteiro e só aprontava. E ignorou os avisos de Acácia, afinal não a conhecia. Começou a chutar o tronco da pobre árvore já envelhecida e jogar pedras nos seus compridos galhos.
Acácia desceu do balanço correndo, segurou Roberto pelo braço e ensinou-lhe uma lição inesquecível:
- Menino, não faça isso! Você já aprendeu sobre a importância das árvores para o planeta Terra?
Roberto ficou pensativo e respondeu que não sabia.
- Pois então, - explicou Acácia, - saiba que as árvores é que purificam o ar que respiramos, amenizam o clima nas grandes cidades, e também controlam a radiação solar e a umidade do ar.
Vendo que o novo amigo se interessava pela conversa, Acácia continuou:
- As árvores também contribuem para a saúde do solo, pois suas raízes evitam a erosão. Ajudam a manter a sobrevivência das espécies, fornecem chás, sementes, frutas, fibras, madeira, látex, resinas, pigmentos e até remédios!
Roberto, já empolgado, não poderia deixar de complementar:
- Poxa! Elas fazem tudo isso? E ainda nos fornecem a sombra para descansarmos e encantam nossos olhos com a beleza de suas copas, flores e folhas. Eu estava muito errado em maltratá-las!
- Isso mesmo Roberto, - concluiu Acácia, - Mesmo as árvores que não dão frutos, nos presenteiam com lindas flores, e ajudam muito na conservação do meio ambiente. As árvores são nossas amias e dos amigos nós devemos cuidar muito bem.
O menino adorou a conversa, pois nunca ouviu falar que as árvores faziam tantas coisas, além de dar flores e frutos. Começou a perguntar mais para Acácia, e quando se deram conta, o sol já se escondia no horizonte. Combinaram então que voltariam no dia seguinte para conversar sobre outros assuntos e para brincar, porque agora eram amigos.
Roberto voltou para casa sorridente, e contou para a mãe que agora tinha duas novas amigas. Acácia e a árvore. A mãe assustada perguntou:
- Como assim uma árvore Roberto? Bateu com a cabeça?
Roberto riu muito. E então contou a ela tudo que aprendeu naquela tarde, e como as árvores eram amigas dos homens e deviam ser respeitadas e cuidadas.

ATIVIDADE LÚDICA

CONFECÇÃO JOGO NOSSA ÁRVORE
(Ro Miqueletto)

O(A) educador(a) pode usar técnicas para narrar a história como fantoches, teatro de vara, flanelógrafo, quadro imantado, etc.
    A proposta deste mês é confeccionar um jogo para registrar a história contada. O(A) educador(a) pode utilizar vários tipos de materiais para fazer a base do seu jogo: como por exemplo: EVA, papelão, papel Holler, etc. E para as peças pode usar botões decorados com motivos de flores e frutas, imagens pintadas e recortadas pelas crianças, imagens impressas, etc.


Ao confeccionar o jogo com suas crianças é importante falar sobre a história e interagir com outros conteúdos como por exemplo Matemática - o(a) educador(a) pode utilizar as flores ou frutas para trabalhar quantidade.

As regras do jogo devem ser bem claras e discutidas com as crianças, pois viver em sociedade significa lidar com regras o tempo todo e na escola não é diferente. Além de mostrar que as restrições podem representar desafios divertidos, as crianças desenvolvem questões importantes, como a adequação a limites, a cooperação e a competição. 

ATIVIDADE



JOGO NOSSA ÁRVORE

( 4 JOGADORES)



O jogo foi feito para 4 jogadores. Cada jogador ganha 12 flores (ou frutas). Cada jogador deve jogar os dados (na sua vez) e colocar o número correspondente de flores (ou frutas) na árvore. Ganha o jogo a criança que conseguir colocar antes todas as peças na árvore.

Para as crianças menores (4 a 7 anos) usar somente um dado.

Para as crianças maiores (8 a 12 anos) usar dois dados
(o jogador pode somar ou subtrair o valor dos dois dados)

Durante o jogo o(a) educador(a) pode trabalhar os conteúdos propostos no seu planejamento.
No final do jogo as flores (peças do jogo) podem ser guardadas dentro do cestinho (6 flores em cada um).











Material que você vai precisar para confeccionar este jogo:



Placa de EVA na cor azul para formar o fundo

EVA nas cores verde e marrom para a árvore
Papel nas cores que preferir para as flores (peças do jogo)
Furador em formato de flores
Furador de borboleta
Velcro adesivado
Cola universal ou cola quente
1 ou 2 dados (conforme a idade a ser trabalhada)
Impressão Ilustração Animais e Flores
Impressão Moldes Árvore, Grama e Cestinho.

COMO FAZER:

1. Imprima as folhas com os moldes da árvore, da grama e do cestinho. Recorte.
2. Coloque os moldes sobre o EVA e contorne com lápis. Recorte.
3. Cole as gramas na borda da placa azul de EVA.
4.Cole a copa da árvore e o tronco conforme mostra a imagem do jogo.
5. Recorte 8 cestinhos e cole um em cada lado do tronco. Cole somente as bordas para formar um bolsinho.
6. Fure 48 flores (use quatro cores de papel - 12 flores para cada cor)
7. Cole botão ou pedrinhas coloridas no miolo de cada flor.
8. Recorte 48 quadradinhos pequenos no velcro adesivado.
9. Recorte 48 quadradinhos pequenos no velcro adesivado.
10. Cole um quadradinho de velcro atrás de cada flor.
11. Cole 12 quadradinhos de velcro em cada copa da árvore.
12. Decore o restante do jogo com bichinhos e florzinhas.

MOLDE ÁRVORE


MOLDE DE FLORES
 (CASO NÃO USEM FURADOR)



MOLDE CESTINHO
(PARA GUARDAR AS PEÇAS DO JOGO)



MOLDE GRAMA



Os moldes podem ser aumentados ou diminuídos conforme o tamanho que o(a) educador(a) desejar.

Aqui as ilustrações para que o(a) educador(a) possa imprimir e montar seu jogo caso não utilize os moldes.

ÁRVORE



 ILUSTRAÇÃO FLORES PEÇAS DO JOGO
(PARA COLORIR)




DECORAÇÃO 



CESTINHO
(PARA GUARDAR AS PEÇAS DO JOGO)



A História e Atividade aqui propostas tem o intuito de inspirar e incentivar à educadores e leigos trabalhar a literatura e arte de uma maneira prazerosa e lúdica com suas crianças.
Os direitos são reservados às autoras!

Esperamos que gostem e se divirtam com suas crianças!